Doar férias? Gesto solidário permite a mãe ficar quase um ano em casa para cuidar da filha

A doação de férias é possível desde 2014 em França e veio na melhor altura para esta mãe que está a ajudar a filha a lutar contra uma leucemia.

Os colegas de uma trabalhadora francesa doaram-lhe 330 dias de férias para poder cuidar da filha doente com leucemia. A história é contada pelo jornal “Le Montagne” e está a correr mundo.

No centro deste gesto solidário e de camaradagem está Nathalie Simonet, secretária no Mr. Bricolage, uma cadeia de lojas de produtos de jardinagem, bricolage e decoração.

A doação de férias é possível por lei desde 2014 em França e veio na melhor altura para esta mãe a atravessar um momento familiar difícil.

A filha Claire, de 12 anos, ficou doente em Abril. E o quadro clínico passou de uma suspeita de gastroenterite para leucemia, uma forma de cancro no sangue.

Nos próximos meses vai ser submetida a tratamentos de quimioterapia para tentar vencer a batalha contra a leucemia.

Claire esteve 40 dias internada e precisa dos cuidados constantes da mãe Nathalie. Os colegas de trabalho da loja de Saint-Angel, no centro de França, ficaram sensibilizados.

Entre eles doaram 30 dias de férias. Não satisfeitos, organizaram uma campanha nacional em todas as lojas da empresa e conseguiram angariar mais 300 dias, também com uma contribuição do patrão.

“Há pessoas que me deram férias e que eu nem conheço", diz Nathalie Simonet sobre este gesto de solidariedade.

"É uma lufada de ar fresco para mim. Com tudo o que está a afectar a minha família, permite-me não ficar preocupada com a questão financeira. Primeiro, tinha ouvido falar em 30 dias. Já estava contente, mas depois conseguiram mais férias para mim”, conta Nathalie.

Fonte: http://rr.sapo.pt/
Data: 26/10/2016